Davi Gomide, piloto WGK, chega em terceiro lugar no campeonato brasileiro de motovelocidade

O piloto Davi Gomide, de apenas 12 anos, patrocinado pela WGK, INA e FAG, logo na temporada de estreia, alcançou o terceiro lugar no campeonato brasileiro de motovelocidade. A categoria, batizada de Honda Junior Cup, é disputada entre jovens de 10 a 16 anos e conta com os melhores pilotos da faixa etária do Brasil.

A categoria rodou o País e contou, em 2013, com 5 etapas, nos autódromos de São Paulo (Interlagos), Santa Cruz do Sul (Rio Grande do Sul), Brasília, Cascavel (Paraná) e Curitiba.

Abordo de uma Honda Titan preparada para a pista e com o apoio fundamental da WGK, INA e FAG, empresas que acreditam e apoiam o esporte e a motovelocidade, Davi Gomide largou para o campeonato em Interlagos com um quinto lugar. Durante toda a prova, houve intensa troca de posições com o piloto Bruno Marzolla, de 16 anos. No final, Davi levou a melhor por dois décimos de segundo, alcançando a quinta posição logo na corrida de estreia.

Em Santa Cruz do Sul, segunda prova da temporada, Davi de adaptou bem ao traçado do circuito, considerado muito técnico, e obteve um impressionante segundo lugar. Na terceira etapa, em Brasília, o piloto WGK, INA e FAG, recebeu a bandeirada na terceira posição.

Na quarta etapa, em Cascavel, Davi se adaptou muito bem ao traçado rápido do autódromo, onde praticamente o piloto não usa freio em nenhuma parte da pista. Fez a pole position, largou bem e liderou a corrida desde o começo, sendo seguido de perto pelo piloto Lucas Mercado, de 14 anos. Tudo parecia ir muito bem e a chance de alcançar o título do campeonato aumentava com a vitória. Mas, a duas curvas do final da prova, um erro de estratégia tirou a vitória de Davi, que inclinou demais a moto e foi para o chão, chegando na quarta posição.

Na ultima etapa, em Curitiba, Davi obteve a terceira posição na prova, depois de uma intensa batalha com Gigi Erbolato, de 13 anos, que chegou atrás do piloto WGK, INA e FAG, com apenas 1 décimo de diferença. Nesta última etapa, em Curitiba, Davi recebeu o apoio de Leandro “Tati” Mercado, piloto argentino que corre o Mundial de Superbike pela Team SBK Ducati Perfect Motors, que fez questão de registrar o momento ao lado de Davi no grid de largada.

A categoria batizada de “Junior Cup” é famosa em todo o mundo, principalmente na Europa, onde se concentra a nata da motovelocidade mundial. Campeonatos nacionais, como na Espanha, Itália e Inglaterra levam este nome, além do campeonato europeu. Por esta categoria, já passaram grandes nomes do esporte da atualidade e que hoje correm no mundial de MotoGP.

Em 2014, a Honda Junior Cup contará com 10 etapas, sendo 5 etapas em Interlagos, templo do esporte a motor no País. E outras 5 etapas em outros autódromos brasileiros. A categoria esta inserida no Superbike Series Brasil, eleito pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM), o quinto maior campeonato do planeta. Em Interlagos, a quantidade de publico só perde para o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1. As arquibancadas ficam lotadas, com público que gira em média de 20 mil pessoas por etapa. O reconhecimento do Superbike Brasil – transmitido pela Band, RedeTV e ESPN – não vem apenas das arquibancadas, mas também dos parceiros, empresas fortes no setor de motocicletas, tais como Pirelli, Honda, Kawasaki, Elf, Ducati, entre outras, o que só aumenta a visibilidade e importância da Honda Junior Cup e de seus competidores.

A WGK, INA e FAG marcam presença neste evento importante do ramo de motocicletas e acreditam que apostar em uma jovem promessa é o caminho para o desenvolvimento do setor e, principalmente, deste esporte no País.